Brasileiros com sintomas do novo coronavírus já podem realizar o teste sorológico da doença pelos planos de saúde, sem custo adicional.

Agora é regra

A medida foi tomada pela Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) e publicada no Diário Oficial da União na última segunda-feira (dia 29/06/20).

Como já abordamos aqui no Blog, em março, os convênios foram obrigados a cobrir o teste “RT-PCR”, com coleta pelo nariz e garganta. Porém, esta testagem não identifica infecções em estágio inicial ou de pacientes já curados. Agora, os planos devem cobrir todos os tipos de teste disponíveis no país!

Leia também: Planos de saúde e o direito dos pacientes com coronavírus

O que preciso saber antes de fazer o exame?

Para realização do exame de anticorpos, deve ser colhida uma mostra de sangue do paciente, recomendado a partir do oitavo dia desde o surgimento dos sintomas.

Mas atenção: Este só poderá ser feito com pedido médico para quem apresentar sintomas de gripe ou de Síndrome Respiratória Aguda Grave.

Caso o convênio de saúde negue ou limite o tratamento, é direito do paciente acionar a Justiça. Nesse caso, não esqueça de buscar advogado especializado na área da saúde!

Além disso, existem muitas dúvidas sobre quem pode pedir os exames de coronavírus pelo plano de saúde, qual o tipo de teste é coberto, quando é obrigatório e onde fazer. Por isso, respondemos essas principais perguntas logo abaixo.

Se ainda restar alguma dúvida, aproveite e deixe nos comentários ou entre em contato conosco!

  • Quais testes foram liberados?

Exame de anticorpos IgA, IgG ou IgM, ou colheita do material genético (RNA) ou “partes” (antígenos) do vírus (RT – PCR)

  • Quem pode pedir o exame?

Todos clientes têm o direito de fazer os exames de coronavírus pelo plano de saúde. Porém, vale lembrar que somente o médico poderá decidir pela coleta dos anticorpos ou de secreções do nariz e garganta.

  • Quando o teste é obrigatório?

O teste de coronavírus passa a ser obrigatório em caso de gripe, tosse, dor de garganta, coriza e dificuldade respiratória. Sobre a Síndrome Respiratória Aguda Grave é importante observar se tiver: desconforto respiratório, pressão persistente no tórax, saturação de oxigênio menor do que 95% em ar ambiente, e coloração azulada dos lábios ou rosto.

  • Como solicitar a receita?

Para maior segurança dos pacientes, os exames de coronavírus pelo plano de saúde também podem ser solicitados por consultas remotas, com receita virtual, ou encaminhamento físico do documento.

  • Onde fazer?

O paciente deve acionar o plano para descobrir laboratórios que cubram o seu convênio e agendar o exame.

Lembre-se: Todo paciente conveniado possui direito de realizar os exames de coronavírus pelo plano de saúde!

Esse texto foi útil para você? Aproveite e compartilhe com seus amigos, familiares e divulgue informação!

Conte comigo!
Advogada Rita Soares
contato@ritasoares.adv.br

Fonte: Metrópoles

Author

Write A Comment

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.